quinta-feira, 28 de novembro de 2013

AS MAIORES CIDADES POTIGUARES


1º - Natal — 774.230
2º - Mossoró — 234.390
3ª - Parnamirim — 172.751
4º - São Gonçalo do Amarante — 77.363
5º - Ceará-Mirim — 65.450
6º - Macaíba — 63.337
7º - Caicó — 60.656
8º - Açu — 51.262
9º - Currais Novos — 42.066
10º - São José de Mipibu — 36.990
11º - Nova Cruz — 35.280
12º - Apodi — 34.632
13º - Santa Cruz — 33.736
14º - João Câmara — 30.423
15º - Touros — 29.436
16º - Canguaretama — 29.334
17º - Macau — 27.132
18º - Pau dos Ferros — 26.728
19º - Areia Branca — 24.398
20º - Baraúna — 23.098
21º - Nísia Floresta — 22.906
22ª - São Miguel — 22.579
23º - Extremoz — 21.792
24º - Monte Alegre — 20.590
25º - Goianinha — 20.347
26º - Parelhas — 19.972
27º - Caraúbas — 19.739
28º ,- Jucurutu — 17.501
29º - São Paulo do Potengi — 14.483
30º - Santana do Matos — 14.312
31º - Alexandria — 13.729
32º - Jardim de Piranhas — 13.704
33º Pedro Velho — 13.673
34º - Ipanguaçu — 13.444
35º - Lagoa Nova — 13.167
36º - - Tangará — 13.081
37º - Upanema — 12.719
38º - Pendências — 12.505
39º - Montanhas — 12.393
40º - Governador Dix-Sept Rosado — 12.374
41º Poço Branco — 12.288
42ª - Arês — 12.236
43º - Jardim do Seridó — 12.013
44º - Taipu — 11.768
45º - São José do Campestre — 11.744
46º - Guamaré — 11.737
47º - Ielmo Marinho — 11.649
48º - Alto do Rodrigues — 11.443
49º - Patu — 11.303
50 - Angicos — 11.227
51º - Brejinho — 11.135
52º - São Tomé — 11.115
53º - Tibau do Sul — 10.959
54º - Acari — 10.911
55º - Cerro Corá — 10.890
56º - Umarizal — 10.640
57º - Lajes — 10.412
58º - Vera Cruz — 10.313
59º - Afonso Bezerra — 10.339
60º - Campo Redondo — 10.462
61º - Passa e Fica — 10.372
62º - Grossos — 9.441
63º - Tenente Ananias — 9.311
64º - Luís Gomes — 9.763
65º - Rio do Fogo — 9.753
66º - Carnaubais — 9.284
67º - Serra do Mel — 9.216
68º - Maxaranguape — 8.969
69º - São Miguel do Gostoso — 8.810
70º - Pureza — 8.030
71º - Campo Grande — 8.936
72º - Bom Jesus — 8.478
73º - Baía Formosa — 8.466
74º - Januário Cicco — 8.294
75º - Florânia — 8.313
76º - Presidente Juscelino — 8.283
77º - São Rafael — 8.116
78º - Marcelino Vieira — 8.112
79º - Martins — 8.089
80º - Jaçanã — 7.788
81º - Cruzeta — 7.825
82º - Pedro Avelino — 7.405
83º - Serra Negra do Norte — 7.241
84º - Lagoa Salgada — 7.179
85º - Antônio Martins — 6.997
86º - Lagoa de Pedras — 6.989
87º - Portalegre — 6.855
88º - Carnaúba dos Dantas — 6.836
89º - Riachuelo — 6.824
90º - Serrinha — 6.740
91º - Jandaíra — 6.447
92º - São Pedro — 6.433
93º - Doutor Severiano — 6.431
94º - Itajá — 6.410
95º - Caiçara do Norte — 6.384
96º José da Penha — 5.982
97º - Lagoa d'Anta — 5.940
98º  - Senador Elói de Souza — 5.906
99º - Equador — 5.875
100º - São Vicente — 5.819
101º  - Serra de São Bento — 5.801
102º - Itaú — 5.758
103º - Felipe Guerra — 5.680
104º - São João do Sabugi — 5.765
105º - Severiano Melo — 5.671
106º - Japi — 5.610
107º - Janduís — 5.416
108º - Várzea — 5.276
109º - Coronel Ezequiel — 5.255
110º - Sítio Novo — 5.212
111º - Encanto — 5.158
112º -  - Bento Fernandes — 5.006
113º - Ouro Branco — 4.973
114º - Almino Afonso — 4.948
115º - Coronel João Pessoa — 4.827
116º - Porto do Mangue — 4.792
117º - Parazinho — 4.772
118º - Frutuoso Gomes — 4.360
119º - Olho-d'Água do Borges — 4.442
120º - Serrinha dos Pintos — 4.360
121º - Riacho de Santana — 4.292
122º - Rodolfo Fernandes — 4.569
123º - Santa Maria — 4.659
124º - Rafael Fernandes — 4.608
125º - Lajes Pintadas — 4.217
126º - Barcelona — 3.928
127º - São José do Seridó — 3.925
128º - Pedra Grande — 3.918
129º - Paraná — 3.886
130º - Paraú — 3.880
131º - Messias Targino — 3.795
132° - Major Sales — 3.459
133º - Lucrécia — 3.418
134º - Pilões — 3.381
135º - São Francisco do Oeste — 3.669
136º - Jundiá — 3.517
137º - Rafael Godeiro — 3.131
138º - Caiçara do Rio do Vento — 3.064
139º - Riacho da Cruz — 3.025
140º - Tibau — 3.750
141º - São Bento do Norte — 3.529
142º - São Bento do Trairí — 3.702
143º - São Fernando — 3.381
144º - Ruy Barbosa — 3.625
145º - Senador Georgino Avelino — 3.690
146º - Venha-Ver — 3.494
147º - Triunfo Potiguar — 3.272
148º - Francisco Dantas — 2.928
149º - Fernando Pedroza — 2.876
150º - Água Nova — 2.843
151º - Santana do Seridó — 2.729
152º - João Dias — 2.723
153º - Lagoa de Velhos — 2.699
154º - Vila Flor — 2.647
155º - Pedra Preta — 2.659
156º - Passagem — 2.629
157º - Bodó — 2.542
158º - Jardim de Angicos — 2.536
159º - Monte das Gameleiras — 2.394
160º - Timbaúba dos Batistas — 2.295
161º - Taboleiro Grande — 2.278
162º - Galinhos — 2.149

163º - Ipueira — 2.035
164º - Viçosa — 1.769

domingo, 3 de fevereiro de 2013

PREGO BATIDO, PONTA VIRADA


Estou com 33 anos de policial militar. Passei pelos governos de Lavoisier Maia, José Agripino, Radir Pereira,  Geraldo Melo, José Agripino, segundo mandato; Vivaldo Costa Garibaldi Alves, duas vezes, Fernando Bezerra, Vilma de Faria, Iberê Ferreira, sempre ouvindo a conversa que os policiais militares do Rio Grande do Norte iria receber, na época ESCALONAMENTO, atual SUBSÍDIO e nenhum  desses chefes do Poder Executivo cumpriram com as promessas. Por diversas vezes participei de reuniões em Natal e os companheiros afirmavam categoricamente que o ESCALONAMENTO iria ser pago no mês tal. Chegava à data pré estabelecida e nada. No início este graduado acreditava naquela conversa do governo e dos colegas de associações, depois perdi a fé, tanto que em Apodi tem um camarada que ganha de qualquer jumento e eu sempre dizia no dia em que o escalonamento for implantado no meu contracheque eu iria transar com esse quase jegue. Graças a Deus que nunca o governo cumpria com a palavra. Aí a minha conterrânea Dra. Rosalba Ciarlini foi eleita governadora e ao assumir o governo fez  promessa de pagar o subsídio aos policiais militares. De tanto ser enrolado, mas acreditando um pouquinho  nela, confesso que fiquei em cima do muro, não acreditando totalmente, porém, com uma esperança, primeiramente em DEUS e  segundo  na governadora e graças a Deus e ela, pela primeira vez na história dos quase 200 anos da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte teve um aumento mais do que digno, graças a competência de nossa Excelentíssima Governadora Rosalba Ciarlini. Prego batido ponta virada. Em julho do próximo passado ela pagou ao pessoal da ativa, prometendo em pagar aos inativos e pensionistas em janeiro de 2013, deixando a maioria do pessoal da reserva remunerada desacreditado, mas realmente ROSALBA é ROSALBA, ALÉM DE SER MULHER É TAMBÉM MOSSOROENSE - A TERRA DAS PIONEIRAS POTIGUARES E DE SANTA LUZIA. NossaROSA sempre sendo pioneira, assim como tantas outras mossoroenses pioneiras, ela mesma conquista mais um pioneirismo, sendo a primeira presidente da UNIMED, primeira prefeita de Mossoró e primeira senadora do Rio Grande do Norte, agora passa a ser a primeira que disse que pagaria o SUBSÍDIO DA PMRN e realmente pagou. No dia 30 de janeiro de 2013, recebi  meu subsídio.GRAÇAS A DEUS, GRAÇAS A ROSALBA. Para alguns colegas, mormente aqueles que  fazem oposição a um governo  de mãos limpas e honestas, chamava o SUBSÍDIO de SUICÍDIO. Muitos deles ingressaram na Justiça para receber o aumento antes da promessa da governadora. Eu como mossoroense e eleitor de Dra. Rosalba Ciarlini jamais a colocaria na Justiça, mesmo que  Vossa Excelência não tivesse cumprido com a palavra, tendo em vista que durante mais de 30 anos sempre fui enganado pelos nossos governantes e nunca fiz nenhum tipo de movimento grevista, pelo contrário, sou totalmente contra a qualquer tipo de greve. 
OBS.: O POLICIAL MILITAR POTIGUAR QUE FALAR MAL DE NOSSA GOVERNADORA OU ELE É MUITO MAL INFORMADO OU SE NÃO É TOTALMENTE PARTIDÁRIO DA OPOSIÇÃOclique aqui

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

POPULAÇÃO POTIGUAR EM 2010

A população do Rio Grande do Norte cresceu 14,09%. Os números são do Censo 2010, divulgados na tarde do dia 29 de novembro de 2010 (segunda-feira), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Na pesquisa ficou constatado que estado tem, atualmente, 3.168.133 habitantes. Entre os municípios menos populosos, Viçosa se manteve como o menos habitado com 1.618 habitantes, seguido de Ipueira e Galinhos. A pesquisa mostrou que 1.520 municípios brasileiros registraram população inferior à existente em 2000. Severiano Melo foi o que registrou a terceira maior queda populacional do país. O município do Alto Oeste teve uma queda de 45,63% e agora tem 5.752 habitantes, enquanto no ano 2000 eram registrados 10.579Já entre os vinte maiores houve mudanças entre as posições. Sétimo colocado no último censo realizado, Macaíba agora é o quinto mais populoso município do estado, com 69.358 habitantes, à frente de Ceará – Mirim, com 67.840 habitantes, porém, a maior parte dessa população reside na Zona Rural e Caicó, considerada por muita gente como sendo a 4ª, mas não é, e sim, encontra-se em 7ª colocação, com 62727 habitantes. Nos últimos dez anos, a população de Natal cresceu 12,84%, passando de 712.700 para 803.811 mil habitantes. Destaque para a maioria feminina no município, que tem 47.803 mulheres a mais que homens. O segundo município mais populoso potiguar é Mossoró, na mesorregião Oeste, com 259.886 habitantes. Parnamirim, é o 3º e tem 202.413 habitantes, apontando um crescimento de 62,4% em relação ao Censo 2000. O 4º é São Gonçalo do Amarante, com 87.700 habitantes. Enquanto, o 5º é MACAÍBA, com 69.538.. Eis os 20 municípios mais populosos do Rio Grande do Norte:1º NATAL - 803.8112º - MOSSORÓ - 259.8863º - PARNAMIRIM - 202.4134º - SÃO GONÇALO - 87.7005º - MACAÍBA - 69.5386º - CEARA MIRIM - 67.8447º - CAICÓ - 62.7278º - ASSU - 53.2459º - CURRAIS NOVOS - 42.66810º - SÃO JOSÉ DE MIPIBU - 39.77111º - SANTA CRUZ - 35.75912º - NOVA CRUZ - 35.54113º - APODI - 34.77714º - JOÃO CÂMARA - 3220315º - TOUROS - 31.07616º - CANGUARETAMA - 30.90017º - MACAU - 28.97418º - PAU DOS FERROS - 27.77319º - AREIA BRANCA - 25.26320º - EXTREMOZ - 24.550
MOSSORÓ É A 9ª CIDADE NORDESTINHA MAIS POPULOSA
Eis as dez cidades da Região Nordeste mais populosas, de acordo com o CENSO/2010:1º - JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE - 644.699, em 2000 tinha 581.5552º - FEIRA DE SANTANA-BA - 556.756, em 2000 tinha 480.9483º - CAMPINA GRANDE-PB - 385.276, em 2000 tinha 355.3314º - OLINDA-PE - 375.559, em 2000 tinha 367.9025º - CARARUA - PE, com 314.951,em 2000 tinha 253.6346º - VITÓRIA DA CONQUISTA-BA - 306.374, EM 2000 TINHA 262,4947º - PAULISTA - PE - 300.611,em 2000 tinha 262.2378º - PETROLINA-PE - 294.081, EM 2000 tinha 218.5589º - MOSSORÓ-RN, 259.886, EM 2000 TINHA 213.84110º - JUAZEIRO DO NORTE-CE - 249.936, em 2000 tinha 212.123AS MAIORES CIDADES DOS ESTADOS ALAGOAS, SERGIPE E PIAUÍ1ª - ARAPIRACA - 214.0067 - EM 2000 TINHA 186.465,2ª - PARNAÍBA - 145.729 - em 2000 tinha 131.8493º - NOSSA SENHORA DO SOCORRO-SE - 131679NOTA:Várias outras cidades nordestinas são mais populosas que as três acima mencionadas. População do RN aumenta 14% em 10 anos
APODI PERDE DUAS POSIÇÕESApodi perde duas posições no que diz respeito aos municípios mais populosos do Rio Grande do Norte. No Censo de 2000 o município tinha 34174 habitantes e no de 2010 com 34.777, um pequeno aumento, de apenas 603 pessoas. Alias, Apodi apresentou uma diminuição em sua população, se levando em consideração que a população de Floresta e Bela Vista que m 2000 foi contado para o município de Severiano Melo, em 2010 aquela população foi direcionada para Apodi. Apodi perdeu para Santa Cruz, que em 2000 tinha 21294 e agora, com 35759; e para Nova Cruz que em 2000 possuía uma população de 33.834 e agora com 35541. Eis as 20 cidades potiguares mais populosas, de acordo com o Censo/2010, divulgado pelo IBGE no dia 29 de novembro de 2010.
AS 20 CIDADES MAIS POPULOSAS EM 2000
1º - NATAL - 712.7002º - MOSSORÓ - 213.8413º PARNAMIRIM4º - SÃO GONÇALO DO AMARANTE - 69.4355º - CEARA MIRIM - 624276º - CAICO - 57.0027º - MACAÍBA - 54.8838º - CURRAIS NOVOS - 40.7519º - SÃO JOSÉ DE MIPIBU - 34.91110º - APODI - 34.17411º - NOVA CRUZ - 33.82412º - JOÃO CÂMARA - 29.24813º - TOUROS - 27.87914º - CANGUARETAMA -15º - MACAU - 25.70016º - PAU DOS FERROS - 21.75317º - SANTA CRUZ - 21.29418º - SÃO MIGUEL - 2012419º - SANTO ANTÔNIO - 20.10720º - NISIA FLORESTA - 19.040O Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que a população do Rio Grande do Norte cresceu 14% em relação à década passada. Mas, nem todos os municípios do RN cresceram no ritmo do restante do Estado. Teve quem seguisse no sentido contrário. Severiano Melo, no Alto Oeste Potiguar, se destacou no País como o terceiro município que mais perdeu habitantes nos últimos 10 anos.Após cerca de quatro meses de trabalho de coleta e supervisão, durante os quais trabalharam 230 mil pessoas, sendo 191 mil recenseadores, o resultado do Censo 2010 indica um crescimento de 14,09% da população do RN. Foi constatado que, atualmente, o Estado tem 3.168.133 habitantes. No País, também houve crescimento populacional. De acordo com o censo, o país tem, no total, 190.732.694 habitantes, sendo 97.342.162 mulheres e 93.390.532 homens.No entanto, nem todos os 5.565 municípios tiveram crescimento no número de habitantes. 1.520 municípios registraram queda da população em relação ao número de habitantes existente há dez anos.
A MAIOR QUEDA POPULACIONAL POTIGUAR
O município de Severiano Melo foi o que registrou a terceira maior queda populacional do País. A pesquisa revelou que o município do Alto Oeste teve uma queda de 45,63% e agora tem 5.752 habitantes, enquanto no ano 2000 era de 10.579. Em termos financeiros, o município hoje, se tivesse a população de 2000, receberia R$ 60 mil a mais de Fundo de Participação dos Municípios em relação ao que recebe atualmente. Porém, ressalto o seguinte: ninguém saiu de Severiano Melo, e sim, o que aconteceu com esse município foi o a população dos sítios Floresta e Bela Vista no último Censo foi contada para Severiano Melo e neste foi direcionada para o município de Apodi. Portanto, quem perdeu foi Apodi que ganhou mais de mil pessoas de Severiano Melo, porém, sua população aumentou apenas 603 habitantescrescimento do Rio Grande do Norte, que ficou em 14,09%. O município de Mossoró está entre os que mais cresceram no RN, que teve um aumento populacional de 46.046 habitantes, mais do que toda a população do município de Currais Novos, na Mesorregião Central Potiguar.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Censo 2010: população do Brasil é de 190.732.694 pessoas

FONTE: SITE DO GOVERNO FEDERAL


Após cerca de quatro meses de trabalho de coleta e supervisão, durante os quais trabaharam 230 mil pessoas, sendo 191 mil recenseadores, o resultado do Censo 2010 indica 190.732.694 pessoas para a população brasileira em 1º de agosto, data de referência. Em comparação com o Censo 2000, ocorreu um aumento de 20.933.524 pessoas. Esse número demonstra que o crescimento da população brasileira no período foi de 12,3%, inferior ao observado na década anterior (15,6% entre 1991 e 2000). O Censo 2010 mostra também que a população é mais urbanizada que há 10 anos: em 2000, 81% dos brasileiros viviam em áreas urbanas, agora são 84%.
A região Sudeste segue sendo a região mais populosa do Brasil, com 80.353.724 pessoas. Entre 2000 e 2010, perderam participação as regiões Sudeste (de 42,8% para 42,1%), Nordeste (de 28,2% para 27,8%) e Sul (de 14,8% para 14,4%). Por outro lado, aumentaram seus percentuais de população brasileira as regiões Norte (de 7,6% para 8,3%) e Centro-Oeste (de 6,9% para 7,4%).
Entre as unidades da federação, São Paulo lidera com 41.252.160 pessoas. Por outro lado, Roraima é o estado menos populoso, com 451.227 pessoas. Houve mudanças no ranking dos maiores municípios do país, com Brasília (de 6º para 4º) e Manaus (de 9º para 7º) ganhando posições. Por outro lado, Belo Horizonte (de 4º para 6º), Curitiba (de 7º para 8º) e Recife (8º para 9º) perderam posições.
Os resultados mostram que existem 95,9 homens para cada 100 mulheres, ou seja existem mais 3,9 milhões de mulheres a mais que homens no Brasil. Em 2000, para cada 100 mulheres, havia 96,9 homens. A população brasileira é composta por 97.342.162 mulheres e 93.390.532 homens.
Entre os municípios, o que tinha maior percentual de homens era Balbinos (SP). Já o que tinha maior percentual de mulheres era Santos (SP). O Censo 2010 apurou ainda que existiam 23.760 brasileiros com mais de 100 anos. Bahia é a unidade da federação a contar com mais brasileiros centenários (3.525), São Paulo (3.146) e Minas Gerais (2.597)
O Censo Demográfico compreendeu um levantamento exaustivo de todos os domicílios do país. Foram visitados 67,6 milhões de domicílios e ao menos um morador forneceu informações sobre todos os moradores de cada residência. A partir do dia 4 de novembro, o IBGE realizou um trabalho de supervisão e controle de qualidade de todo material coletado, em conjunto com as Comissões Censitárias Estaduais (CCE) e das Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE,) em todas as 27 Unidades da Federação e nos municípios brasileiros. As comissões funcionaram como um canal de comunicação entre o IBGE e a sociedade e participaram de todo o processo de realização do Censo.
Do total dos 67,6 milhões de domicílios recenseados, os moradores foram entrevistados em 56,5 milhões de domicílios. Foram classificados como fechados 901 mil domicílios, em que não foi possível realizar as entrevistas presenciais, mas havia evidências de que existiam moradores. Nesses casos, o IBGE utilizou uma metodologia para estimar o número de pessoas residentes nesses domicílios fechados. Esta é uma prática já adotada por institutos oficiais de estatísticas internacionais de países como Estados Unidos, Canadá, Austrália, México e Nova Zelândia, igualmente já utilizada na Contagem de 2007 realizada pelo IBGE. A metodologia consiste em atribuir a cada domicílio fechado o número de moradores de outro domicílio, que havia sido inicialmente considerado fechado e depois foi recenseado. A escolha foi aleatória, levando em conta a unidade da federação, o tamanho da população do município e a situação urbana ou rural.
O Censo Demográfico encontrou ainda 6,1 milhões domicílios vagos,ou seja, aqueles que não tinham morador na data de referência, mesmo que, posteriormente, durante o período da coleta, tivessem sido ocupados. Casas colocadas à venda (ou de aluguel) e abandonadas são exemplos de domicílios vagos. Os domicílios de uso ocasional, que somaram 3,9 milhões, são aqueles que servem ocasionalmente de moradia, usados para descanso de fins de semana, férias ou outro fim. Já o número de domicílios coletivos (hotéis, pensões, presídios, quartéis, postos militares, asilos, orfanatos, conventos, alojamento de trabalhadores, etc) foi de 110mil. Em 2000, do total de 54,2 milhões de domicílios, 45 milhões eram ocupados, 528 mil fechados, 6 milhões vagos e 2,7 milhões de uso ocasional.
Iniciado em 1º de agosto de 2010, os 191 mil recenseadores percorreram os 5.565 municípios brasileiros e as entrevistas implicaram no recenseamento da população por meio de três métodos: entrevista presencial, questionário pela Internet e, por fim, a estimação do número de moradores em domicílios fechados.
Em suma, o Censo Demográfico 2010 consiste na visita exaustiva de todos os domicílios e entrevistas. O IBGE agradece aos participantes das Comissões Censitárias Estaduais (CCE) e das Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE) e à população pelas informações prestadas. O IBGE espera que os dados coletados sirvam de base para o planejamento público e privado, em favor da melhoria das condições de vida da sociedade brasileira.
Amapá se destaca no crescimento populacional
Embora com perda de participação, os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro representam 40,28% no total da população em 2010 (frente aos 40,82% em 2000). Em dez anos, os destaques de crescimento foram verificados no Amapá (40,18%), Roraima (39,10%) e Acre (31,44%). Por outro lado, os menores percentuais ocorreram no Rio Grande do Sul (4,98%), Bahia (7,28%) e Paraná (9,16%).
Brasília e Manaus mudam de posição entre os 10 maiores.
Houve mudanças nos rankings tanto dos 10 municípios mais populosos quanto dos de menor população. Na parte de cima, Belo Horizonte, Curitiba e Recife perderam posição frente aos números de 2000. Por outro lado, Brasília e Manaus subiram de posição, cada um, na lista dos mais populosos.
Já entre os de menor população, André da Rocha (RS) e Nova Castilho (SP) elevaram sua posição. Lavandeira, Rio da Conceição, Tupirama e Ipueiras, todos municípios de Tocantins, saíram da lista dos menos populosos; cederam lugar a Miguel Leão (PI), Uru (SP), Cedro do Abaeté (MG), Araguainha (MT).

Já entre os de menor população, André da Rocha (RS) e Nova Castilho (SP) elevaram sua posição. Lavandeira, Rio da Conceição, Tupirama e Ipueiras, todos municípios de Tocantins, saíram da lista dos menos populosos; cederam lugar a Miguel Leão (PI), Uru (SP), Cedro do Abaeté (MG), Araguainha (MT).

População urbana sobe de 81,25% para 84,35%

Já em 2010, apenas 15,65% da população (29.852.986 pessoas) viviam em situação rural, contra 84,35% em situação urbana (160.879.708 pessoas). Entre os municípios, 67 tinham 100% de sua população vivendo em situação urbana e 775 com mais de 90% nessa situação. Por outro lado, apenas nove tinham mais de 90% de sua população vivendo em situação rural.

Em 2000, da população brasileira 81,25% (137.953.959 pessoas) viviam em situação urbana e 18,75% (31.845.211 pessoas) em situação rural. Entre os municípios, 56 tinham 100% de sua população vivendo em situação urbana e 523 com mais de 90% nessa situação. Por outro lado, 38 tinham mais de 90% vivendo em situação rural e o único município do país a ter 100% de sua população em situação rural era Nova Ramada (RS).

Em dez anos 19 municípios dobraram população

Desde 2000, 19 municípios mais que dobraram sua população – o de maior crescimento foi Balbinos (SP), com 199,47% de crescimento; seguido por Rio das Ostras (RJ), com 190,39%; e Pedra Branca do Amapari (AP), com 168,72%. Na tabela abaixo, é possível verificar a lista completa.

Por outro lado, 1.520 municípios registraram população inferior à existente em 2000. Na tabela abaixo, é possível verificar as cinco maiores quedas.

Homens são maioria em Balbinos (SP). Mulheres, em Santos (SP)

Em 2010, os municípios com maior proporção de homens são: Balbinos (SP), Pracinha (SP) e Lavínia (SP). As listas com os 10 maiores percentuais dos Censos podem ser verificadas abaixo:

Já entre os de maior proporção de mulheres em 2010 se destacam: Santos (SP), Recife (PE) e São Caetano do Sul (SP). Veja os percentuais nas tabelas abaixo:


sexta-feira, 30 de outubro de 2009

POPULAÇÃO DO RN EM 2007

Rio Grande do Norte — 3.013.740

Acari — 10.911
Açu — 51.262
Afonso Bezerra — 10.339
Água Nova — 2.843
Alexandria — 13.729
Almino Afonso — 4.948
Alto do Rodrigues — 11.443
Angicos — 11.227
Antônio Martins — 6.997
Apodi — 34.632
Areia Branca — 24.398
Arês — 12.236
Augusto Severo — 8.936
Baía Formosa — 8.466
Baraúna — 23.098
Barcelona — 3.928
Bento Fernandes — 5.006
Bodó — 2.542
Bom Jesus — 8.478
Brejinho — 11.135
Caiçara do Norte — 6.384
Caiçara do Rio do Vento — 3.064
Caicó — 60.656
Campo Redondo — 10.462
Canguaretama — 29.334
Caraúbas — 19.739
Carnaúba dos Dantas — 6.836
Carnaubais — 9.284
Ceará-Mirim — 65.450
Cerro Corá — 10.890
Coronel Ezequiel — 5.255
Coronel João Pessoa — 4.827
Cruzeta — 7.825
Currais Novos — 42.066
Doutor Severiano — 6.431
Encanto — 5.158
Equador — 5.875
Espírito Santo — 10.132
Extremoz — 21.792
Felipe Guerra — 5.680
Fernando Pedroza — 2.876
Florânia — 8.313
Francisco Dantas — 2.928
Frutuoso Gomes — 4.360
Galinhos — 2.149
Goianinha — 20.347
Governador Dix-Sept Rosado — 12.374
Grossos — 9.441
Guamaré — 11.737
Ielmo Marinho — 11.649
Ipanguaçu — 13.444
Ipueira — 2.035
Itajá — 6.410
Itaú — 5.758
Jaçanã — 7.788
Jandaíra — 6.447
Janduís — 5.416
Januário Cicco — 8.294
Japi — 5.610
Jardim de Angicos — 2.536
Jardim de Piranhas — 13.704
Jardim do Seridó — 12.013
João Câmara — 30.423
João Dias — 2.723
José da Penha — 5.982
Jucurutu — 17.501
Jundiá — 3.517
Lagoa d'Anta — 5.940
Lagoa de Pedras — 6.989
Lagoa de Velhos — 2.699
Lagoa Nova — 13.167
Lagoa Salgada — 7.179
Lajes — 10.412
Lajes Pintadas — 4.217
Lucrécia — 3.418
Luís Gomes — 9.763
Macaíba — 63.337
Macau — 27.132
Major Sales — 3.459
Marcelino Vieira — 8.112
Martins — 8.089
Maxaranguape — 8.969
Messias Targino — 3.795
Montanhas — 12.393
Monte Alegre — 20.590
Monte das Gameleiras — 2.394
Mossoró — 234.390
Natal — 774.230
Nísia Floresta — 22.906
Nova Cruz — 35.280
Olho-d'Água do Borges — 4.442
Ouro Branco — 4.973
Paraná — 3.886
Paraú — 3.880
Parazinho — 4.772
Parelhas — 19.972
Parnamirim — 172.751
Passa e Fica — 10.372
Passagem — 2.629
Patu — 11.303
Pau dos Ferros — 26.728
Pedra Grande — 3.918
Pedra Preta — 2.659
Pedro Avelino — 7.405
Pedro Velho — 13.673
Pendências — 12.505
Pilões — 3.381
Poço Branco — 12.288
Portalegre — 6.855
Porto do Mangue — 4.792
Presidente Juscelino — 8.283
Pureza — 8.030
Rafael Fernandes — 4.608
Rafael Godeiro — 3.131
Riacho da Cruz — 3.025
Riacho de Santana — 4.292
Riachuelo — 6.824
Rio do Fogo — 9.753
Rodolfo Fernandes — 4.569
Ruy Barbosa — 3.625
Santa Cruz — 33.736
Santa Maria — 4.659
Santana do Matos — 14.312
Santana do Seridó — 2.729
Santo Antônio — 21.263
São Bento do Norte — 3.529
São Bento do Trairí — 3.702
São Fernando — 3.381
São Francisco do Oeste — 3.669
São Gonçalo do Amarante — 77.363
São João do Sabugi — 5.765
São José de Mipibu — 36.990
São José do Campestre — 11.744
São José do Seridó — 3.925
São Miguel — 22.579
São Miguel do Gostoso — 8.810
São Paulo do Potengi — 14.483
São Pedro — 6.433
São Rafael — 8.116
São Tomé — 11.115
São Vicente — 5.819
Senador Elói de Souza — 5.906
Senador Georgino Avelino — 3.690
Serra de São Bento — 5.801
Serra do Mel — 9.216
Serra Negra do Norte — 7.241
Serrinha — 6.740
Serrinha dos Pintos — 4.360
Severiano Melo — 5.671
Sítio Novo — 5.212
Taboleiro Grande — 2.278
Taipu — 11.768
Tangará — 13.081
Tenente Ananias — 9.311
Tenente Laurentino Cruz — 5.120
Tibau — 3.750
Tibau do Sul — 10.959
Timbaúba dos Batistas — 2.295
Touros — 29.436
Triunfo Potiguar — 3.272
Umarizal — 10.640
Upanema — 12.719
Várzea — 5.276
Venha-Ver — 3.494
Vera Cruz — 10.313
Viçosa — 1.769
Vila Flor — 2.647

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

CENSO DEMOGRÁFICO

O censo ou recenseamento demográfico é uma pesquisa sobre a população que possibilita a recolha de várias informações, tais como o número de habitantes, o número de homens, mulheres, crianças e idosos, onde e como vivem as pessoas e o trabalho que realizam, entre outras coisas. Esse estudo é realizado normalmente a cada dez anos na maioria dos países.

Segundo a definição da ONU, "um recenseamento de população pode ser definido como o conjunto das operações que consistem em recolher, agrupar e publicar dados demográficos, económicos e sociais relativos a um momento determinado ou em certos períodos, a todos os habitantes de um país ou território". Ou seja, o recenseamento é uma contagem periódica e realiza-se em Portugal de dez em dez anos.

FONTE: WIKIPÉDIA

CENSO NO BRASIL

No Brasil, o responsável pelos censos é o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), desde 1936, quando o instituto foi criado, realizando em média a cada 10 anos o Censo Demográfico. O primeiro censo foi realizado no ano de 1872, seguido pelos de 1890, 1900 e 1920.

Os censos demográficos são planejados para serem executados nos anos de finais zero, ou seja, a cada dez anos. Desta forma o último censo realizado no Brasil foi no ano 2000, sendo que o próximo será em 2010. No intervalo entre dois censos demográficos, realiza-se a contagem de população. Todavia, por questões orçamentárias e financeiras, a contagem planejada para 2005 só foi concretizada em 2007, realizando-se simultaneamente ao Censo Agropecuário.

Quem sou eu

Minha foto
Jose Maria das Chagas, nasci no sítio Picada I. em Mossoró-RN,filho do assuense MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS e da mossoroense LUZIA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO, com 14 irmãos. Ingressei nas fileiras da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte no dia II-VII-MCMLXXX com o número 80412. Casei-me em XV-IX- MCMLXXXIII com a apodiense MARIA ELIETE BEZERRA (XXIII-VIII-MCMLXIII), pai de 5 filhos: PATRÍCIA ( NASCIDA A XVII - VIII - MCMLXXXIII FALECIDA EM VIII - XI - MCMLXXXV), JOTAEMESHON WHAKYSHON (I - X - MCMLXXXVI), JACKSHON (FALECIDO) E MARÍLIA JULLYETTH (XXIX - XI - MCMXC).Atualmente convivo com outra apodiense KELLY CRISTINA TORRES (XXVIII-X - MCMLXXVI), pai de JOTA JÚNIOR (XIV - VII - IMM). JÁ PUBLIQUEI TRÊS TRABALHOS: CHIQUINHO GERMANO -A ÚLTIMA LIDERANÇA DOS ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR, COMARCA DE APODI EM REVISTA e A HISTÓRIA DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

Minha lista de blogs