sexta-feira, 30 de outubro de 2009

POPULAÇÃO DO RN EM 2007

Rio Grande do Norte — 3.013.740

Acari — 10.911
Açu — 51.262
Afonso Bezerra — 10.339
Água Nova — 2.843
Alexandria — 13.729
Almino Afonso — 4.948
Alto do Rodrigues — 11.443
Angicos — 11.227
Antônio Martins — 6.997
Apodi — 34.632
Areia Branca — 24.398
Arês — 12.236
Augusto Severo — 8.936
Baía Formosa — 8.466
Baraúna — 23.098
Barcelona — 3.928
Bento Fernandes — 5.006
Bodó — 2.542
Bom Jesus — 8.478
Brejinho — 11.135
Caiçara do Norte — 6.384
Caiçara do Rio do Vento — 3.064
Caicó — 60.656
Campo Redondo — 10.462
Canguaretama — 29.334
Caraúbas — 19.739
Carnaúba dos Dantas — 6.836
Carnaubais — 9.284
Ceará-Mirim — 65.450
Cerro Corá — 10.890
Coronel Ezequiel — 5.255
Coronel João Pessoa — 4.827
Cruzeta — 7.825
Currais Novos — 42.066
Doutor Severiano — 6.431
Encanto — 5.158
Equador — 5.875
Espírito Santo — 10.132
Extremoz — 21.792
Felipe Guerra — 5.680
Fernando Pedroza — 2.876
Florânia — 8.313
Francisco Dantas — 2.928
Frutuoso Gomes — 4.360
Galinhos — 2.149
Goianinha — 20.347
Governador Dix-Sept Rosado — 12.374
Grossos — 9.441
Guamaré — 11.737
Ielmo Marinho — 11.649
Ipanguaçu — 13.444
Ipueira — 2.035
Itajá — 6.410
Itaú — 5.758
Jaçanã — 7.788
Jandaíra — 6.447
Janduís — 5.416
Januário Cicco — 8.294
Japi — 5.610
Jardim de Angicos — 2.536
Jardim de Piranhas — 13.704
Jardim do Seridó — 12.013
João Câmara — 30.423
João Dias — 2.723
José da Penha — 5.982
Jucurutu — 17.501
Jundiá — 3.517
Lagoa d'Anta — 5.940
Lagoa de Pedras — 6.989
Lagoa de Velhos — 2.699
Lagoa Nova — 13.167
Lagoa Salgada — 7.179
Lajes — 10.412
Lajes Pintadas — 4.217
Lucrécia — 3.418
Luís Gomes — 9.763
Macaíba — 63.337
Macau — 27.132
Major Sales — 3.459
Marcelino Vieira — 8.112
Martins — 8.089
Maxaranguape — 8.969
Messias Targino — 3.795
Montanhas — 12.393
Monte Alegre — 20.590
Monte das Gameleiras — 2.394
Mossoró — 234.390
Natal — 774.230
Nísia Floresta — 22.906
Nova Cruz — 35.280
Olho-d'Água do Borges — 4.442
Ouro Branco — 4.973
Paraná — 3.886
Paraú — 3.880
Parazinho — 4.772
Parelhas — 19.972
Parnamirim — 172.751
Passa e Fica — 10.372
Passagem — 2.629
Patu — 11.303
Pau dos Ferros — 26.728
Pedra Grande — 3.918
Pedra Preta — 2.659
Pedro Avelino — 7.405
Pedro Velho — 13.673
Pendências — 12.505
Pilões — 3.381
Poço Branco — 12.288
Portalegre — 6.855
Porto do Mangue — 4.792
Presidente Juscelino — 8.283
Pureza — 8.030
Rafael Fernandes — 4.608
Rafael Godeiro — 3.131
Riacho da Cruz — 3.025
Riacho de Santana — 4.292
Riachuelo — 6.824
Rio do Fogo — 9.753
Rodolfo Fernandes — 4.569
Ruy Barbosa — 3.625
Santa Cruz — 33.736
Santa Maria — 4.659
Santana do Matos — 14.312
Santana do Seridó — 2.729
Santo Antônio — 21.263
São Bento do Norte — 3.529
São Bento do Trairí — 3.702
São Fernando — 3.381
São Francisco do Oeste — 3.669
São Gonçalo do Amarante — 77.363
São João do Sabugi — 5.765
São José de Mipibu — 36.990
São José do Campestre — 11.744
São José do Seridó — 3.925
São Miguel — 22.579
São Miguel do Gostoso — 8.810
São Paulo do Potengi — 14.483
São Pedro — 6.433
São Rafael — 8.116
São Tomé — 11.115
São Vicente — 5.819
Senador Elói de Souza — 5.906
Senador Georgino Avelino — 3.690
Serra de São Bento — 5.801
Serra do Mel — 9.216
Serra Negra do Norte — 7.241
Serrinha — 6.740
Serrinha dos Pintos — 4.360
Severiano Melo — 5.671
Sítio Novo — 5.212
Taboleiro Grande — 2.278
Taipu — 11.768
Tangará — 13.081
Tenente Ananias — 9.311
Tenente Laurentino Cruz — 5.120
Tibau — 3.750
Tibau do Sul — 10.959
Timbaúba dos Batistas — 2.295
Touros — 29.436
Triunfo Potiguar — 3.272
Umarizal — 10.640
Upanema — 12.719
Várzea — 5.276
Venha-Ver — 3.494
Vera Cruz — 10.313
Viçosa — 1.769
Vila Flor — 2.647

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

CENSO DEMOGRÁFICO

O censo ou recenseamento demográfico é uma pesquisa sobre a população que possibilita a recolha de várias informações, tais como o número de habitantes, o número de homens, mulheres, crianças e idosos, onde e como vivem as pessoas e o trabalho que realizam, entre outras coisas. Esse estudo é realizado normalmente a cada dez anos na maioria dos países.

Segundo a definição da ONU, "um recenseamento de população pode ser definido como o conjunto das operações que consistem em recolher, agrupar e publicar dados demográficos, económicos e sociais relativos a um momento determinado ou em certos períodos, a todos os habitantes de um país ou território". Ou seja, o recenseamento é uma contagem periódica e realiza-se em Portugal de dez em dez anos.

FONTE: WIKIPÉDIA

CENSO NO BRASIL

No Brasil, o responsável pelos censos é o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), desde 1936, quando o instituto foi criado, realizando em média a cada 10 anos o Censo Demográfico. O primeiro censo foi realizado no ano de 1872, seguido pelos de 1890, 1900 e 1920.

Os censos demográficos são planejados para serem executados nos anos de finais zero, ou seja, a cada dez anos. Desta forma o último censo realizado no Brasil foi no ano 2000, sendo que o próximo será em 2010. No intervalo entre dois censos demográficos, realiza-se a contagem de população. Todavia, por questões orçamentárias e financeiras, a contagem planejada para 2005 só foi concretizada em 2007, realizando-se simultaneamente ao Censo Agropecuário.

domingo, 18 de outubro de 2009

MENOS JOVENS E MAIS IDOSOS


A queda combinada das taxas de fecundidade e mortalidade vem ocasionando uma mudança nas estrutura etária, com a diminuição relativa da população mais jovens e o aumento proporcional dos idosos. Em 1980, a população brasileira dividia-se, igualmente, entre os que tinham acima ou abaixo de 20,2 anos. Em 2050, essa idade mediana será de exatos 40 anos.
Outra comparação importante: em 2000, 30% dos brasileiros tinha de zero a 14 anos, e os maiores de 65 representavam 5% da população. Em 2050, esses dois grupos etários se igualarão: cada um deles representará 18% da população brasileira. Tais números revelam a importância cada vez maior das políticas públicas relativas à previdência, diante do crescente número de indivíduos aposentados, em relação àqueles em atividade. Também tornam-se cada vez mais importantes as políticas de Saúde voltadas para a Terceira Idade: se em 2000 o Brasil tinha 1,8 milhão de pessoas com 80 anos ou mais, em 2050 esse contingente poderá ser de 13,7 milhões.

MORTALIDADE INFANTIL CONTINUA ALTA


Desde meados da década de 1940, a mortalidade infantil vem diminuindo no Brasil, devido às campanhas de vacinação em massa, à disseminação dos antbióticos e, mais recentemente, aos exames pré-natais, às campanhas de aleitamento materno e aos agente comunitários de saúde, entre outras medidas, governamentais ou não. Em 1970, tínhamos em torno de 100 óbitos para cada mil menores de um ano nascidos vivos. Em 2000, a taxa caiu para 30 por mil, um patamar ainda alto, se considerarmos, por exemplo, os países vizinhos: 21 por mil na Argentina, 12 por mil no Chile e 15 por mil no Uruguai. No ranking dos 192 países ou área estudados pela ONU, o Brasil ocupa a 100ª posição.
FONTE - IBGE

SEIS MILHÕES DE MULHERES A MAIS


As proporções entre a população masculina e feminina vêm diminuindo paulatinamente no Brasil. Em 1980, haviam 98,7 homens para cada cem mulheres, proporção que caiu para 97% em 2000 e será de 95% em 2050. Em números absolutos, o excedente feminino, que era de 2,5 milhões em 2000, chegará a seis milhões em 2050. Já a diferença entre a esperança de vida de homens e mulheres atingiu 7,6 anos em 2000 – sendo a masculina de 66,71 anos e a feminina de 74,29 anos.
Os avanços da medicina e a melhoria nas condições gerais de vida da população contribuíram para elevar a expectativa de vida dos brasileiros, que aumentou 17 anos entre 1940 e 1980 (de 45,5 para 62,6 anos, respectivamente). Em 2000, esse indicador chegou aos 70,4 anos, e deverá atingir os 81,3 anos em 2050, praticamente o mesmo nível atual do Japão (81,6 anos), o primeiro colocado no ranking. O Brasil está em 89º lugar entre os 192 países ou áreas estudados pela ONU. A média mundial para a esperança de vida ao nascer era de 65 anos, em 2000, e deverá atingir os 74,3 anos entre 2045 e 2050.
FONTE: IBGE

Quem sou eu

Minha foto
Jose Maria das Chagas, nasci no sítio Picada I. em Mossoró-RN,filho do assuense MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS e da mossoroense LUZIA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO, com 14 irmãos. Ingressei nas fileiras da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte no dia II-VII-MCMLXXX com o número 80412. Casei-me em XV-IX- MCMLXXXIII com a apodiense MARIA ELIETE BEZERRA (XXIII-VIII-MCMLXIII), pai de 5 filhos: PATRÍCIA ( NASCIDA A XVII - VIII - MCMLXXXIII FALECIDA EM VIII - XI - MCMLXXXV), JOTAEMESHON WHAKYSHON (I - X - MCMLXXXVI), JACKSHON (FALECIDO) E MARÍLIA JULLYETTH (XXIX - XI - MCMXC).Atualmente convivo com outra apodiense KELLY CRISTINA TORRES (XXVIII-X - MCMLXXVI), pai de JOTA JÚNIOR (XIV - VII - IMM). JÁ PUBLIQUEI TRÊS TRABALHOS: CHIQUINHO GERMANO -A ÚLTIMA LIDERANÇA DOS ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR, COMARCA DE APODI EM REVISTA e A HISTÓRIA DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

Minha lista de blogs