terça-feira, 21 de dezembro de 2010

POPULAÇÃO POTIGUAR EM 2010

A população do Rio Grande do Norte cresceu 14,09%. Os números são do Censo 2010, divulgados na tarde do dia 29 de novembro de 2010 (segunda-feira), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Na pesquisa ficou constatado que estado tem, atualmente, 3.168.133 habitantes. Entre os municípios menos populosos, Viçosa se manteve como o menos habitado com 1.618 habitantes, seguido de Ipueira e Galinhos. A pesquisa mostrou que 1.520 municípios brasileiros registraram população inferior à existente em 2000. Severiano Melo foi o que registrou a terceira maior queda populacional do país. O município do Alto Oeste teve uma queda de 45,63% e agora tem 5.752 habitantes, enquanto no ano 2000 eram registrados 10.579Já entre os vinte maiores houve mudanças entre as posições. Sétimo colocado no último censo realizado, Macaíba agora é o quinto mais populoso município do estado, com 69.358 habitantes, à frente de Ceará – Mirim, com 67.840 habitantes, porém, a maior parte dessa população reside na Zona Rural e Caicó, considerada por muita gente como sendo a 4ª, mas não é, e sim, encontra-se em 7ª colocação, com 62727 habitantes. Nos últimos dez anos, a população de Natal cresceu 12,84%, passando de 712.700 para 803.811 mil habitantes. Destaque para a maioria feminina no município, que tem 47.803 mulheres a mais que homens. O segundo município mais populoso potiguar é Mossoró, na mesorregião Oeste, com 259.886 habitantes. Parnamirim, é o 3º e tem 202.413 habitantes, apontando um crescimento de 62,4% em relação ao Censo 2000. O 4º é São Gonçalo do Amarante, com 87.700 habitantes. Enquanto, o 5º é MACAÍBA, com 69.538.. Eis os 20 municípios mais populosos do Rio Grande do Norte:1º NATAL - 803.8112º - MOSSORÓ - 259.8863º - PARNAMIRIM - 202.4134º - SÃO GONÇALO - 87.7005º - MACAÍBA - 69.5386º - CEARA MIRIM - 67.8447º - CAICÓ - 62.7278º - ASSU - 53.2459º - CURRAIS NOVOS - 42.66810º - SÃO JOSÉ DE MIPIBU - 39.77111º - SANTA CRUZ - 35.75912º - NOVA CRUZ - 35.54113º - APODI - 34.77714º - JOÃO CÂMARA - 3220315º - TOUROS - 31.07616º - CANGUARETAMA - 30.90017º - MACAU - 28.97418º - PAU DOS FERROS - 27.77319º - AREIA BRANCA - 25.26320º - EXTREMOZ - 24.550
MOSSORÓ É A 9ª CIDADE NORDESTINHA MAIS POPULOSA
Eis as dez cidades da Região Nordeste mais populosas, de acordo com o CENSO/2010:1º - JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE - 644.699, em 2000 tinha 581.5552º - FEIRA DE SANTANA-BA - 556.756, em 2000 tinha 480.9483º - CAMPINA GRANDE-PB - 385.276, em 2000 tinha 355.3314º - OLINDA-PE - 375.559, em 2000 tinha 367.9025º - CARARUA - PE, com 314.951,em 2000 tinha 253.6346º - VITÓRIA DA CONQUISTA-BA - 306.374, EM 2000 TINHA 262,4947º - PAULISTA - PE - 300.611,em 2000 tinha 262.2378º - PETROLINA-PE - 294.081, EM 2000 tinha 218.5589º - MOSSORÓ-RN, 259.886, EM 2000 TINHA 213.84110º - JUAZEIRO DO NORTE-CE - 249.936, em 2000 tinha 212.123AS MAIORES CIDADES DOS ESTADOS ALAGOAS, SERGIPE E PIAUÍ1ª - ARAPIRACA - 214.0067 - EM 2000 TINHA 186.465,2ª - PARNAÍBA - 145.729 - em 2000 tinha 131.8493º - NOSSA SENHORA DO SOCORRO-SE - 131679NOTA:Várias outras cidades nordestinas são mais populosas que as três acima mencionadas. População do RN aumenta 14% em 10 anos
APODI PERDE DUAS POSIÇÕESApodi perde duas posições no que diz respeito aos municípios mais populosos do Rio Grande do Norte. No Censo de 2000 o município tinha 34174 habitantes e no de 2010 com 34.777, um pequeno aumento, de apenas 603 pessoas. Alias, Apodi apresentou uma diminuição em sua população, se levando em consideração que a população de Floresta e Bela Vista que m 2000 foi contado para o município de Severiano Melo, em 2010 aquela população foi direcionada para Apodi. Apodi perdeu para Santa Cruz, que em 2000 tinha 21294 e agora, com 35759; e para Nova Cruz que em 2000 possuía uma população de 33.834 e agora com 35541. Eis as 20 cidades potiguares mais populosas, de acordo com o Censo/2010, divulgado pelo IBGE no dia 29 de novembro de 2010.
AS 20 CIDADES MAIS POPULOSAS EM 2000
1º - NATAL - 712.7002º - MOSSORÓ - 213.8413º PARNAMIRIM4º - SÃO GONÇALO DO AMARANTE - 69.4355º - CEARA MIRIM - 624276º - CAICO - 57.0027º - MACAÍBA - 54.8838º - CURRAIS NOVOS - 40.7519º - SÃO JOSÉ DE MIPIBU - 34.91110º - APODI - 34.17411º - NOVA CRUZ - 33.82412º - JOÃO CÂMARA - 29.24813º - TOUROS - 27.87914º - CANGUARETAMA -15º - MACAU - 25.70016º - PAU DOS FERROS - 21.75317º - SANTA CRUZ - 21.29418º - SÃO MIGUEL - 2012419º - SANTO ANTÔNIO - 20.10720º - NISIA FLORESTA - 19.040O Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que a população do Rio Grande do Norte cresceu 14% em relação à década passada. Mas, nem todos os municípios do RN cresceram no ritmo do restante do Estado. Teve quem seguisse no sentido contrário. Severiano Melo, no Alto Oeste Potiguar, se destacou no País como o terceiro município que mais perdeu habitantes nos últimos 10 anos.Após cerca de quatro meses de trabalho de coleta e supervisão, durante os quais trabalharam 230 mil pessoas, sendo 191 mil recenseadores, o resultado do Censo 2010 indica um crescimento de 14,09% da população do RN. Foi constatado que, atualmente, o Estado tem 3.168.133 habitantes. No País, também houve crescimento populacional. De acordo com o censo, o país tem, no total, 190.732.694 habitantes, sendo 97.342.162 mulheres e 93.390.532 homens.No entanto, nem todos os 5.565 municípios tiveram crescimento no número de habitantes. 1.520 municípios registraram queda da população em relação ao número de habitantes existente há dez anos.
A MAIOR QUEDA POPULACIONAL POTIGUAR
O município de Severiano Melo foi o que registrou a terceira maior queda populacional do País. A pesquisa revelou que o município do Alto Oeste teve uma queda de 45,63% e agora tem 5.752 habitantes, enquanto no ano 2000 era de 10.579. Em termos financeiros, o município hoje, se tivesse a população de 2000, receberia R$ 60 mil a mais de Fundo de Participação dos Municípios em relação ao que recebe atualmente. Porém, ressalto o seguinte: ninguém saiu de Severiano Melo, e sim, o que aconteceu com esse município foi o a população dos sítios Floresta e Bela Vista no último Censo foi contada para Severiano Melo e neste foi direcionada para o município de Apodi. Portanto, quem perdeu foi Apodi que ganhou mais de mil pessoas de Severiano Melo, porém, sua população aumentou apenas 603 habitantescrescimento do Rio Grande do Norte, que ficou em 14,09%. O município de Mossoró está entre os que mais cresceram no RN, que teve um aumento populacional de 46.046 habitantes, mais do que toda a população do município de Currais Novos, na Mesorregião Central Potiguar.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Censo 2010: população do Brasil é de 190.732.694 pessoas

FONTE: SITE DO GOVERNO FEDERAL


Após cerca de quatro meses de trabalho de coleta e supervisão, durante os quais trabaharam 230 mil pessoas, sendo 191 mil recenseadores, o resultado do Censo 2010 indica 190.732.694 pessoas para a população brasileira em 1º de agosto, data de referência. Em comparação com o Censo 2000, ocorreu um aumento de 20.933.524 pessoas. Esse número demonstra que o crescimento da população brasileira no período foi de 12,3%, inferior ao observado na década anterior (15,6% entre 1991 e 2000). O Censo 2010 mostra também que a população é mais urbanizada que há 10 anos: em 2000, 81% dos brasileiros viviam em áreas urbanas, agora são 84%.
A região Sudeste segue sendo a região mais populosa do Brasil, com 80.353.724 pessoas. Entre 2000 e 2010, perderam participação as regiões Sudeste (de 42,8% para 42,1%), Nordeste (de 28,2% para 27,8%) e Sul (de 14,8% para 14,4%). Por outro lado, aumentaram seus percentuais de população brasileira as regiões Norte (de 7,6% para 8,3%) e Centro-Oeste (de 6,9% para 7,4%).
Entre as unidades da federação, São Paulo lidera com 41.252.160 pessoas. Por outro lado, Roraima é o estado menos populoso, com 451.227 pessoas. Houve mudanças no ranking dos maiores municípios do país, com Brasília (de 6º para 4º) e Manaus (de 9º para 7º) ganhando posições. Por outro lado, Belo Horizonte (de 4º para 6º), Curitiba (de 7º para 8º) e Recife (8º para 9º) perderam posições.
Os resultados mostram que existem 95,9 homens para cada 100 mulheres, ou seja existem mais 3,9 milhões de mulheres a mais que homens no Brasil. Em 2000, para cada 100 mulheres, havia 96,9 homens. A população brasileira é composta por 97.342.162 mulheres e 93.390.532 homens.
Entre os municípios, o que tinha maior percentual de homens era Balbinos (SP). Já o que tinha maior percentual de mulheres era Santos (SP). O Censo 2010 apurou ainda que existiam 23.760 brasileiros com mais de 100 anos. Bahia é a unidade da federação a contar com mais brasileiros centenários (3.525), São Paulo (3.146) e Minas Gerais (2.597)
O Censo Demográfico compreendeu um levantamento exaustivo de todos os domicílios do país. Foram visitados 67,6 milhões de domicílios e ao menos um morador forneceu informações sobre todos os moradores de cada residência. A partir do dia 4 de novembro, o IBGE realizou um trabalho de supervisão e controle de qualidade de todo material coletado, em conjunto com as Comissões Censitárias Estaduais (CCE) e das Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE,) em todas as 27 Unidades da Federação e nos municípios brasileiros. As comissões funcionaram como um canal de comunicação entre o IBGE e a sociedade e participaram de todo o processo de realização do Censo.
Do total dos 67,6 milhões de domicílios recenseados, os moradores foram entrevistados em 56,5 milhões de domicílios. Foram classificados como fechados 901 mil domicílios, em que não foi possível realizar as entrevistas presenciais, mas havia evidências de que existiam moradores. Nesses casos, o IBGE utilizou uma metodologia para estimar o número de pessoas residentes nesses domicílios fechados. Esta é uma prática já adotada por institutos oficiais de estatísticas internacionais de países como Estados Unidos, Canadá, Austrália, México e Nova Zelândia, igualmente já utilizada na Contagem de 2007 realizada pelo IBGE. A metodologia consiste em atribuir a cada domicílio fechado o número de moradores de outro domicílio, que havia sido inicialmente considerado fechado e depois foi recenseado. A escolha foi aleatória, levando em conta a unidade da federação, o tamanho da população do município e a situação urbana ou rural.
O Censo Demográfico encontrou ainda 6,1 milhões domicílios vagos,ou seja, aqueles que não tinham morador na data de referência, mesmo que, posteriormente, durante o período da coleta, tivessem sido ocupados. Casas colocadas à venda (ou de aluguel) e abandonadas são exemplos de domicílios vagos. Os domicílios de uso ocasional, que somaram 3,9 milhões, são aqueles que servem ocasionalmente de moradia, usados para descanso de fins de semana, férias ou outro fim. Já o número de domicílios coletivos (hotéis, pensões, presídios, quartéis, postos militares, asilos, orfanatos, conventos, alojamento de trabalhadores, etc) foi de 110mil. Em 2000, do total de 54,2 milhões de domicílios, 45 milhões eram ocupados, 528 mil fechados, 6 milhões vagos e 2,7 milhões de uso ocasional.
Iniciado em 1º de agosto de 2010, os 191 mil recenseadores percorreram os 5.565 municípios brasileiros e as entrevistas implicaram no recenseamento da população por meio de três métodos: entrevista presencial, questionário pela Internet e, por fim, a estimação do número de moradores em domicílios fechados.
Em suma, o Censo Demográfico 2010 consiste na visita exaustiva de todos os domicílios e entrevistas. O IBGE agradece aos participantes das Comissões Censitárias Estaduais (CCE) e das Comissões Municipais de Geografia e Estatística (CMGE) e à população pelas informações prestadas. O IBGE espera que os dados coletados sirvam de base para o planejamento público e privado, em favor da melhoria das condições de vida da sociedade brasileira.
Amapá se destaca no crescimento populacional
Embora com perda de participação, os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro representam 40,28% no total da população em 2010 (frente aos 40,82% em 2000). Em dez anos, os destaques de crescimento foram verificados no Amapá (40,18%), Roraima (39,10%) e Acre (31,44%). Por outro lado, os menores percentuais ocorreram no Rio Grande do Sul (4,98%), Bahia (7,28%) e Paraná (9,16%).
Brasília e Manaus mudam de posição entre os 10 maiores.
Houve mudanças nos rankings tanto dos 10 municípios mais populosos quanto dos de menor população. Na parte de cima, Belo Horizonte, Curitiba e Recife perderam posição frente aos números de 2000. Por outro lado, Brasília e Manaus subiram de posição, cada um, na lista dos mais populosos.
Já entre os de menor população, André da Rocha (RS) e Nova Castilho (SP) elevaram sua posição. Lavandeira, Rio da Conceição, Tupirama e Ipueiras, todos municípios de Tocantins, saíram da lista dos menos populosos; cederam lugar a Miguel Leão (PI), Uru (SP), Cedro do Abaeté (MG), Araguainha (MT).

Já entre os de menor população, André da Rocha (RS) e Nova Castilho (SP) elevaram sua posição. Lavandeira, Rio da Conceição, Tupirama e Ipueiras, todos municípios de Tocantins, saíram da lista dos menos populosos; cederam lugar a Miguel Leão (PI), Uru (SP), Cedro do Abaeté (MG), Araguainha (MT).

População urbana sobe de 81,25% para 84,35%

Já em 2010, apenas 15,65% da população (29.852.986 pessoas) viviam em situação rural, contra 84,35% em situação urbana (160.879.708 pessoas). Entre os municípios, 67 tinham 100% de sua população vivendo em situação urbana e 775 com mais de 90% nessa situação. Por outro lado, apenas nove tinham mais de 90% de sua população vivendo em situação rural.

Em 2000, da população brasileira 81,25% (137.953.959 pessoas) viviam em situação urbana e 18,75% (31.845.211 pessoas) em situação rural. Entre os municípios, 56 tinham 100% de sua população vivendo em situação urbana e 523 com mais de 90% nessa situação. Por outro lado, 38 tinham mais de 90% vivendo em situação rural e o único município do país a ter 100% de sua população em situação rural era Nova Ramada (RS).

Em dez anos 19 municípios dobraram população

Desde 2000, 19 municípios mais que dobraram sua população – o de maior crescimento foi Balbinos (SP), com 199,47% de crescimento; seguido por Rio das Ostras (RJ), com 190,39%; e Pedra Branca do Amapari (AP), com 168,72%. Na tabela abaixo, é possível verificar a lista completa.

Por outro lado, 1.520 municípios registraram população inferior à existente em 2000. Na tabela abaixo, é possível verificar as cinco maiores quedas.

Homens são maioria em Balbinos (SP). Mulheres, em Santos (SP)

Em 2010, os municípios com maior proporção de homens são: Balbinos (SP), Pracinha (SP) e Lavínia (SP). As listas com os 10 maiores percentuais dos Censos podem ser verificadas abaixo:

Já entre os de maior proporção de mulheres em 2010 se destacam: Santos (SP), Recife (PE) e São Caetano do Sul (SP). Veja os percentuais nas tabelas abaixo:


Quem sou eu

Minha foto
Jose Maria das Chagas, nasci no sítio Picada I. em Mossoró-RN,filho do assuense MANUEL FRANCISCO DAS CHAGAS e da mossoroense LUZIA FRANCISCA DA CONCEIÇÃO, com 14 irmãos. Ingressei nas fileiras da gloriosa e amada Polícia Militar do Rio Grande do Norte no dia II-VII-MCMLXXX com o número 80412. Casei-me em XV-IX- MCMLXXXIII com a apodiense MARIA ELIETE BEZERRA (XXIII-VIII-MCMLXIII), pai de 5 filhos: PATRÍCIA ( NASCIDA A XVII - VIII - MCMLXXXIII FALECIDA EM VIII - XI - MCMLXXXV), JOTAEMESHON WHAKYSHON (I - X - MCMLXXXVI), JACKSHON (FALECIDO) E MARÍLIA JULLYETTH (XXIX - XI - MCMXC).Atualmente convivo com outra apodiense KELLY CRISTINA TORRES (XXVIII-X - MCMLXXVI), pai de JOTA JÚNIOR (XIV - VII - IMM). JÁ PUBLIQUEI TRÊS TRABALHOS: CHIQUINHO GERMANO -A ÚLTIMA LIDERANÇA DOS ANOS 60 DO SERTÃO POTIGUAR, COMARCA DE APODI EM REVISTA e A HISTÓRIA DA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DE APODI

Minha lista de blogs